Imersão no projeto arquitetônico com apresentações em vídeo

Nesta matéria falaremos uma das etapas mais importantes do nosso trabalho, e também de um grande diferencial que oferecemos aos nossos clientes – a apresentação de projetos em vídeo.  Acreditamos no potencial desta etapa pois este recurso permite-nos levar a apresentação do projeto a um patamar superior, oferecendo uma imersão maior no projeto e gerando o sentimento de relação intima entre o cliente e seu sonho concretizado.

Como toda obra, o vídeo também tem um processo a ser seguido para produzir. Primeiro selecionamos os “takes” um a um, escolhendo entre as diversas cenas e ângulos quais iremos utilizar na nossa composição. A segunda etapa acontece com a busca de efeitos e transições entre cenas que serão utilizados, assim conseguimos de forma natural e fluida conectar os “takes” e deixar o vídeo final mais harmônico e agradável de ser assistido. Por fim busca-se entre diversas bibliotecas online a melhor trilha sonora para traduzir todas as emoções que queremos expressar no nosso vídeo. Assim que temos todo este material estruturado, criamos uma biblioteca interna com todas as especificações exclusivas de um vídeo.

A música é uma parte crucial para a edição, pois é ela quem ditará durante todo o vídeo qual a velocidade das cenas, quando a cena vai ser cortada, e quais são os ápices de emoção do vídeo. Assim seguimos um padrão de harmonização entre o projeto e trilha sonora, onde projetos mais sóbrios e simples pedem músicas mais lentas para apresentar-se, e projetos mais contemporâneos e inovadores buscam uma música com “picos altos” e graves marcados. Nestes vídeos onde a música é mais agitada também costumamos trabalhar com informações mais instantâneas, cenas mais curtas e mais “diretas ao ponto”.

Outro processo fundamental para que se tenha um bom vídeo para apresentar para os clientes é definir as tonalidades de cena de acordo com o que nós queremos transmitir: “takes” mais amarelados e saturados para dias mais quentes ou para o despertar do sentimento “alvoroço e inquietude”, e cores mais puxadas a um tom de azul, com menos saturação para representar cenas mais frias ou “modernas”.

O último passo antes da entrega, já depois de ornar todos os elementos que temos a apresentar junto aos recursos da biblioteca que criamos é a etapa de revisão final. É neste momento que reunimos todos os profissionais envolvidos em um projeto e analisamos se o vídeo trouxe com potencial tudo o que tínhamos a intenção de apresentar. Também alinhamos pela última vez todas a expectativas iniciais captadas no briefing do projeto, e fazemos as alterações finais quando necessárias, tanto por parte de cliente quanto do arquiteto envolvido, e enfim exportamos para apresentação final.

Por Sem categoria

15 de Maio de 2019